A Borboleta e o Casulo: Desapegar para Transformar – Vanessa D'Auria

A Borboleta e o Casulo: Desapegar para Transformar

vanessa on September 26, 2019

Trecho de um texto de Ricardo Meloni:

“…não devemos nos fechar às mudanças que o tempo nos propõe por uma ingênua fidelidade ao que já fomos.
Todos estamos continuamente mudando, com o tempo ideias, opiniões, convicções, necessidades, etc. também mudam, e nunca estamos prontos. Este talvez seja a grande questão, acreditamos que um dia ‘zeramos a vida’, e aprendemos tudo o que havia para ser aprendido. Queremos acreditar que chegamos, ou que um dia chegaremos, ‘Lá’.
O problema é que ‘Lá’ não existe. Como o horizonte, ‘Lá’ salta quilômetros para frente assim que o alcançamos. Acreditar em ‘Lá’ é o que eu chamo de ‘Síndrome de Viveram Felizes Para Sempre’, ou seja, a crença de que ao se concluir uma etapa difícil cai-se automaticamente em um tedioso estado de felicidade permanente, sem novos desafios, questões e necessidades.
É engraçado como cultuamos, muitas vezes, a mudança: trocamos de carro, reformamos a casa, atualizamos o modelo do smartphone, etc. Mas somos extremamente resistentes em mudar nossa forma de ver o mundo, rever convicções e pensamentos.
Precisamos de objetivos e convicções, mas não temos que fazer deles pilares, fixos e rígidos, que sustentem nossas vidas. Ao invés disso, podemos transformá-los em escadas que nos impulsionem cada vez mais alto, para isto precisamos nos desprender dos antigos materiais e nos abrir ao novo. Se a lagarta se apega demais ao casulo, nunca se torna borboleta.”

Deixe ir….Desapega! 😉

#vanessadauriaorganizer ઈઉ
Organizando Mente&Ambiente

APRENDA A SE ORGANIZAR

Todo semana você encontra conteúdo novo no blog. Para receber os lembretes de atualizações em seu e-mail, cadastre seu endereço no campo abaixo:

0 comments
Post a comment

WhatsApp WhatsApp